Coma um pouco de tudo e de tudo um pouco

coma tudo

Nós somos o que comemos, por essa razão devemos nos preocupar com nossa alimentação, que deve ser equilibrada, balanceada, em qualquer época de nossas vidas. O melhor remédio para se manter uma boa saúde é a alimentação, aliada a bons hábitos como por exemplo, a prática regular de uma atividade física.

Mas o que significa uma alimentação balanceada?

Significa compor nossa dieta com alimentos certos, nas quantidades adequadas. Isso é mais simples do que parece; quanto mais variada for a nossa dieta diária, mais supridos estaremos de todos nutrientes que nosso organismo necessita para manter nossa saúde e bem-estar. Uma dieta balanceada deve ser fonte dos macro e micronutrientes que o organismo necessita.

Quais são os nutrientes essenciais ao funcionamento do organismo?

Os nutrientes essenciais ao organismo são classificados em cinco grupos: proteínas, carboidratos, lipídeos, vitaminas e sais minerais. Outros componentes da alimentação que não são digeridos ou totalmente metabolizados são as fibras, pectinas e gomas.

As proteínas, presentes nas carnes, nas leguminosas (feijão, amendoim, ervilha, lentinha e soja), no leite e seus derivados e nas sementes (castanhas, nozes etc.), são os alimentos construtores. São necessárias para a construção e manutenção dos tecidos orgânicos, formação de enzimas, hormônios e vários líquidos e secreções corpóreas e preservação do sistema de defesa.

Os carboidratos e os lipídeos são os alimentos energéticos. Os carboidratos, sob a forma de glicose, frutose, sacarose, maltose, lactose, amido, entre outras, são a maior fonte de energia para o organismo. A glicose é indispensável para manter a integridade funcional do tecido nervoso e, sob circunstâncias normais, é a única fonte de energia para o cérebro. A presença de carboidratos é necessária ao metabolismo normal das gorduras. Estão presentes no arroz, massas, leite, frutas etc.

Os lipídeos (óleos e gorduras) constituem fonte de energia mais concentrada que a dos carboidratos e das proteínas. Além disso, uma vez transformados em tecidos adiposo, são uma forma de armazenamento de energia. Os lipídeos são veículos de vitaminas lipossolúveis (A, D, E, K) e podem ser encontrados no creme de leite, manteiga, toucinho, óleos etc.

As frutas e verduras, são os alimentos reguladores e são as maiores fontes de vitaminas e sais minerais. Possuem nutrientes essenciais a diversas funções do organismo, como por exemplo as suas reações metabólicas.

Como é a composição de uma alimentação balanceada?

Um cardápio balanceado deve conter, diariamente, cerca de 55% de carboidratos, 30% de lipídeos e 15% de proteína, além das vitaminas, sais minerais e fibras. Para garantirmos que todos esses nutrientes estejam presentes na dieta diária, a FDA (Food and Drug Administration – órgão do governo dos EUA que controla a produção e comercialização de remédios e alimentos), preconiza o consumo das seguintes porções diárias de alimentos que compõe a Pirâmide Alimentar:

piramideRessalta-se o número de porções a serem consumidas dependem de fatores como idade e atividade física. Em função das porções consumidas, o número de calorias pode variar de 1.600 a 2.400 calorias.

Dicas para uma alimentação saudável.

Para o bom aproveitamento desta indicação de consumo de alimentos, vale a pena seguir dicas muito importantes:

Faça no mínimo 3 refeições diárias em horários fixos; se necessário, nos intervalos, coma uma fruta ou tome um suco ou um iogurte;
Coma devagar e mastigue bens o alimentos; isso favorece a digestão;
Só a proteína animal é capaz de fornecer ao corpo todos os aminoácidos que o organismo não consegue produzir; as carnes são as melhores fontes de vitamina B12 e Ferro. Prefira as carnes magras (frango e peixe são boas opções);
Prefira as verduras que possam ser consumidas cruas.
Coma diariamente vegetais de folhas escuras (couve, mostarda, catalonha, agrião, espinafre etc.) e vegetais de cor amarelo alaranjados (cenoura, abóbora, beterraba). Esses são fontes importantes de Vitamina A entre outros micronutrientes.
Coma frutas com a casca (aquelas que sejam possíveis);
Consuma ao menos uma fruta cítrica por dia (laranja, abacaxi, tangerina, caju etc.). Elas são fontes de Vitamina C, que além de ajudar o organismo a se tornar mais resistente a infecções, aumenta a absorção do Ferro vindo da proteína animal da dieta (carne), ajudando na prevenção de Anemia Ferropriva.
Consuma fibras, pois além de facilitar o trânsito dos alimentos no intestino, trazem entre outros benefícios a diminuição da absorção do colesterol;
Massas e pães são fontes energéticas importantes, mas não abuse nas quantidades; lembre-se: comer um pouco de tudo e de tudo um pouco. Prefira os pães integrais, pois são nutritivos e também ricos em fibras e vitaminas do complexo B, que mantêm os níveis de energia no organismo e deixam os olhos brilhantes e a pele macia.
Evite o consumo de frituras e durante as preparações alimentares, prefira os óleos ricos em gordura poliinsaturada (ex.: óleo de canola, girassol e milho). Usar azeite de oliva na salada é recomendável, pois é rico em gordura monoinsaturada; esses óleos ajudam na prevenção de doenças cardiovasculares.
Beba muita água durante o dia, no mínimo 8 copos. Pode abusar dos chás de ervas; esses podem ser consumidos sem açúcar ou com adoçantes (edulcorantes) hipocalóricos.
Prepare todos os alimentos com bastante higiene. Frutas e verduras devem ser bem levadas.
Por fim, prepare todos os alimentos com muito carinho, dando sempre um toque especial no visual, o que torna os pratos mais apetitosos. Um prato gostoso e agradável de se apreciar aumenta a produção de sucos digestivos que facilitam a digestão.

Deixe uma resposta