Azeite de oliva e os benefícios na alimentação das crianças

azeite

Se existe um ingrediente que conquistou a mesa dos brasileiros, é o azeite de oliva. De sabor característico, ele é muito benéfico à saúde. Mas não são só adultos que podem complementar sua alimentação com ele. Este ingrediente oferece ainda mais nutrientes e benefícios às crianças.

Segundo o sommelier de azeites e consultor gastronômico, Marcelo Scofano, em matéria ao Bonde, o azeite de oliva é o alimento cuja composição química mais se assemelha ao leite materno. Ele possui ácidos oleico e linoleico, essenciais ao organismo, é anti-inflamatório e contém inúmeras vitaminas – A, D, K e E.

Estes nutrientes fazem do azeite de oliva um alimento adequado às crianças. A vitamina A é essencial para o bom desenvolvimento, além de fazer bem para os olhos e prevenir infecções. A vitamina D ajuda no fortalecimento dos ossos do bebê, devido a seu papel na absorção do cálcio pelo organismo.

A tarefa de ajudar na coagulação do sangue e evitar que os machucados demorem a sarar fica com a vitamina K. Já a vitamina E protege os pulmões, os vasos sanguíneos, os nervos e o coração.

O azeite de oliva pode ser inserido na dieta dos pequenos a partir dos seis meses de vida, quando eles começam a consumir papinhas e sopas. O ideal é que ele seja extravirgem e de boa qualidade, como o da La Violetera, aprovado na pesquisa da Proteste.

Deixe uma resposta